abril 18, 2024

Infectologista esclarece a possibilidade de contrair dengue, chikungunya e zika simultaneamente; saiba os sintomas e o que fazer

 Infectologista esclarece a possibilidade de contrair dengue, chikungunya e zika simultaneamente; saiba os sintomas e o que fazer

Foto -Fernanda Martins ( Rádio Subaé)

Infectologista esclarece a possibilidade de contrair dengue, chikungunya e zika simultaneamente; saiba os sintomas e o que fazer

Nesta terça-feira (8), a renomada infectologista Melissa Falcão trouxe esclarecimentos valiosos aos ouvintes do programa “Subaé Notícias” sobre as doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti: dengue, chikungunya e zika.

Durante a entrevista, a profissional abordou a possibilidade de contrair essas doenças simultaneamente, esclarecendo pontos importantes sobre a coinfecção. Melissa também trouxe à tona informações sobre a vacinação, destacando que há opções disponíveis na rede privada para prevenir essas enfermidades.

Veja entrevista aqui

Um aspecto abordado pela médica foi a variação da dengue, que pode se manifestar de forma hemorrágica em determinados casos. Melissa Falcão ressaltou a importância do diagnóstico precoce e da vigilância constante, especialmente em crianças e idosos, que podem estar mais suscetíveis a complicações.

A comunidade também foi informada sobre a disponibilidade de testes oferecidos pela rede pública para aqueles que desejam esclarecer eventuais dúvidas em relação à sua saúde.

Para saber mais detalhes sobre as doenças em pauta e entender como se proteger, não perca a íntegra da entrevista.

Com informações do Subaé Noticias

Foto rádio Subaé
Whatsapp
Olá
Olá, podemos ajudar?